Modigliani: Paixão Pela Vida | #Arte

Eu sou apaixonada por arte, e isso é um fato. Porém, o mundo artístico é amplamente grande, e eu ainda tenho muito a aprender. Como logo mais terei que fazer vestibular, e a tão temerosa prova de habilidades específicas de Artes Visuais (sim, só vem artes), resolvi começar a estudar um pouco mais sobre esse grande mundo. E para começar, assisti o filme Modigliani: Paixão Pela Vida, do diretor Mick Davis.


................................
Ficha Técnica:
Filme: Modigliani
Direção: Mick Davis
Duração: 128 minutos
Sinopse: Ele revolucionou o mundo das artes como um cometa, dançando sobre as mesas, embriagado de paixão pela vida. Inspirado pelo amor e consumido pela obsessão. Ele é o famoso pintor italiano Amedeo Modigliani (Andy Garcia), um gênio criativo que viveu e absorveu a charmosa Paris do início do século 20 com uma atração incontrolável pela beleza. Sempre com a mesma intensidade, o judeu Modigliani amou a católica Jeanne Hebuterne (Elsa Sylberstein) e odiou o genial Pablo Picaso (Omid Djalili).
................................

Modigliani conta a história de, bem, Modigliani. Ele foi um pintor italiano que viveu muitas dificuldades, desde a infância. Sendo judeu, sofreu grandes preconceitos, além de suas obras, que eram de maioria nus, o que causou grande choque de muitas pessoas naquela época.

O filme retrata muito bem a vida do artista, e quando pesquisei mais sobre sua biografia, fiquei surpresa ao saber que a obra cinematográfica utilizou uma inúmera quantidade de detalhes e foi fiel a realidade.

No filme, é possível ver Modigliani em decadência, pois não consegue vender suas obras, além de estar apaixonado pela artista Jeanne Hebuterne, com o qual teve uma filha, porém, não tem condições de criá-la devidamente.

O artista sofreu muito, desde o nascimento, até sua morte, e é possível ver isso muito bem durante o filme. Porém, há muitos momentos incríveis também. Fiquei encantada com a personalidade de Modigliani, que apesar de estar pobre e doente, continua sorrindo e fazendo brincadeiras.

Um ponto marcante também no filme é a presença ilustre de Pablo Picasso, que fez parte da vida de Modigliani, além do emocionante encontro dos dois com Renoir, um artista francês também muito conhecido (e que também tem um filme com o seu nome, que está na Netflix a, a propósito).

Imagem relacionada

As obras do artista possuem um estilo único. Apesar de parecer um pouco com o Expressionismo, suas pinturas não são consideradas pertencentes de tal estilo. Utilizando cores fortes, além da presença constante de pescoços longos nos retratos feitos por tal, Modigliani conseguiu criar pinturas que se tornaram ícones importantes para a história da arte.

Apesar da vida difícil, ele se tornou um grande artista. Infelizmente, foi mais reconhecido depois de sua morte.

O filme foi feito para Jeanne Modigliani, a filha do artista e sua amada Jeanne, que faleceram. A menina cresceu sem saber nada dos pais (de acordo com as minhas pesquisas). Então, esse filme, além da grande importância histórica, é também um grande presente para Jeanne. Mick Davis conseguiu direcionar uma grande obra de arte cinematográfica.

Todos deveriam assisti-lo.

Minha Nota: ★★★★★

Modigliani: Paixão Pela Vida | #Arte Modigliani: Paixão Pela Vida | #Arte Reviewed by Ana Catarine Mendes on terça-feira, julho 18, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário: