Resenha | Bolerus [ Vanderley Sampaio]

Hoje a resenha é sobre um livro de poesia! A obra em questão é Bolerus, que recebi em parceria com o autor Vanderley Sampaio.


Ficha Técnica:

Livro: Bolerus
Autor: Vanderley Sampaio
Editora: Scortecci
Páginas: 120

Sinopse: Bolerus é um termo instigante para dar nome a um livro que nos sugere uma leitura sem plano de voo definido, em que podemos assistir à dança dos versos construindo imagens, cadências e zumbidos. Nesses poemas e outros delírios líricos de Vanderley Sampaio, somos confrontados com nossos devaneios e temores mais cotidianos ao mesmo passo em que desejamos conhecer o segredo do Universo.O incômodo e inusitado besouro cascudo, que pousa sobre nossas cabeças nas noites quentes e inquietantes, esconde também asas leves e frágeis, que enternecem nossa fúria existencial. E assim, pareando questionam ento e desejo, confusão e silêncio, ludicidade e solidão, somos todos convidados a surtar de poesia e a dançar com os insetos barulhentos que sobejam nossos mais profundos pensamentos. Rose Almeida (bacharel em Letras pela USP e poeta no blog Absurtos).

Comprar em: Livraria Asabeça 

Em Bolerus, livro de estreia do autor, somos recebidos por uma magnífica coleção de versos sobre emoções e sentimentos, escritos de uma forma artística e de uma inteligência brilhante.

Fonte: Arquivo pessoal
Bolerus é um nome bem peculiar para um livro de poesias, assim como a capa, onde vemos um besouro andando sobre ela. Porém, isso é explicado no primeiro poema, então deixarei vocês um pouco na curiosidade, pois foi incrível ler e descobrir o significado, então não percam essa experiência.

Uma coisa que eu amo em poesias, é como é possível brincar com as palavras, fazendo elas dançarem, cantarem, ou simplesmente serem complementares uma das outras. Acho que o autor soube trabalhar isso muito bem ao decorrer do livro.

"Um querer sufocado, estrangulado, enterrado vivo (dentro da lembrança de um futuro inexistente) pode despertar-nos uma tristeza. E essa tristeza pode ser o caminho para o nada. [...]"

Gostei de vários poemas, porém, devo destacar "Uma Tristeza", "Cinza", "Boleros ou Bolerus" e "Só", que foram os que mais me encantaram ao decorrer da leitura.

Fonte: Arquivo pessoal
Tudo foi feito com tamanha veemência, fazendo com que simples palavras se tornassem sentimentos e arte dentro de nós. É algo lindo.

Bolerus é um livro para se ler aos poucos, aproveitando cada um dos belos versos presentes na obra. Sem dúvidas, foi uma leitura ótima.

Minha Nota: ★★★★☆


Resenha | Bolerus [ Vanderley Sampaio] Resenha | Bolerus [ Vanderley Sampaio] Reviewed by Ana Catarine Mendes on sábado, fevereiro 10, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário: