Livros e Resenhas

Filmes e Séries

Games

A falta de apoio dos pais destrói os filhos

by - agosto 24, 2018

Quando somos pequenas crianças e aprendemos a andar, eles batem palmas e sorriem para você. Quando crescemos um pouco e aprendemos a ler, eles acham isso incrível. Quando você se torna um adolescente, cheio de dúvidas internas e confusões presentes em sua cabeça, quando você não consegue tirar nota alta em determinada matéria por ter dificuldade, eles não batem palmas, não acham incrível. Eles simplesmente olham para você e dizem: "você era melhor!", "você não está mais se esforçando", "você é péssimo".

De quem eu estou falando? Acho que você já percebeu. Estou falando dos pais, mas também estão inclusos nesse meio avôs, avós, tios, tias, enfim, quem quer que seja o responsável que cuida de você. Nossa família muitas vezes está lá por nós, quando ficamos com resfriado e precisamos de um remédio, quando tropeçamos no chão e precisamos de um curativo. Mas nem sempre é assim.

Muitas pessoas são sozinhas, não por estarem sem ninguém ao seu redor, mas sim, por não ter ninguém para ser seu confidente e seu porto seguro, já que diversos pais não dão apoio ao seus filhos. Isso destrói o interior deles, fazendo com que, a cada dia, esses jovens definhem um pouco mais, se sentindo cada vez mais solitários. Até que em uma tarde qualquer, eles desapareçam, seja por conta de drogas, entorpecentes, fugas ou até mesmo, suicídio. Quanto mais o adolescente se sente sozinho, mais ele procura uma saída.

Pais, não sejam o gatilho dos seus filhos para que eles se destruam. Se ele está diferente, algo aconteceu, ele precisa de ajuda, e não simplesmente de um "você é péssimo".

Ninguém é péssimo, ninguém é ruim. Todos temos dificuldades e, quando procuramos tentar enfrentá-las, conseguimos melhorar. Mas isso não é possível estando sozinho.

Sem um alicerce, uma estrutura cai.

Todos somos estruturas. Todos precisamos de um alicerce.

"Dai-me um ponto de apoio e levantarei o mundo." - Arquimedes.
Fonte da fotografia: Unsplash

Você também pode gostar:

2 Comentários

  1. Foi basicamente o que me aconteceu. A saída que encontrei foi a anorexia, que acabou por transformar-se numa depressão. Infelizmente continua a ser uma atitude muito comum e os pais nem se apercebem da sua gravidade.

    ResponderExcluir

Siga me no Instagram!